Arquivo da categoria: The e-commerce world

Greve dos Correios prejudica entregas do Comércio Eletrônico.

greve correioshttp://wp.me/pAmEk-7l ( Short Link – Espalhe!)

Os funcionários dos Correios entraram em greve por tempo indeterminado em São Paulo. A decisão pela paralisação de 70% do serviço ocorreu na assembleia realizada na noite de terça-feira 14 de setembro de 2009. A categoria reivindica aumento salarial. O número de trabalhadores que aderiram à greve ainda está sendo levantado pelos sindicatos da categoria e pela assessoria de imprensa dos Correios.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa dos Correios e Telégrafos de São Paulo (Sintect), a distribuição de cartas, o atendimento ao público e o transporte de produtos será prejudicado com a greve. De acordo com o sindicato, 22 mil funcionários são associados ao órgão.

O diretor Anderson Lima de Moraes, do Sintect, informou nesta quarta-feira (16) ao G1 que os funcionários em greve só voltarão ao trabalho se os Correios pagarem o que a categoria pede: aumento salarial de R$ 300 mais reajuste de 4,5% pela inflação. “Os Correios só querem nos pagar o valor da inflação. Isso, nós não aceitamos”, disse Moraes.

Pela lei, 30% de todo o efetivo de funcionários tem de continuar trabalhando durante greves. “Estamos atendendo a isso”, disse o diretor.

Procurada para comentar o assunto, a assessoria de imprensa dos Correios em São Paulo informou que ainda não tem um balanço do número da adesão à greve e, por isso, não poderia dar maiores detalhes.

A paralização já prejudica as entregas de comércio eletrônico.

Os grandes varejos virtuais já estão procurando alternativas para as entregas, mas certamente os prazos serão prejudicados.

Deixe um comentário

Arquivado em The e-commerce world, Uncategorized

E-Commerce Girl news: Pernambucas.com.br Irá voltar!

http://wp.me/pAmEk-5N ( Shortlink – Espalhe!)

O mundo do e-commerce no Brasil parece grande, mas não é!
Ao que parece, WWW.pernambucas.com.br esta se preparando para voltar!
Que ótima notícia!
Não posso revelar a fonte, mas posso dizer que já estão agregando uma equipe para a operação da saudosa Pernambucas on-line!
Eu mesma recebi um pedido de indicação para uma posiçãona área digital na nova Pernambucanas.
Vamos aguardar os próximos capítulos! E vamos torcer para ser verdade!

vaga_pernambucanas

3 Comentários

Arquivado em The e-commerce world, Uncategorized

O mercado do Luxo em e-commerce!

tiffany

http://wp.me/pAmEk-41 ( Shorlink – espalhe ! )

O que é Luxo para você?

Enquanto escrevia esse post fiquei imaginando uma imagem que sigficasse ou que remetesse ao Luxo. Tive certa dificuldade… pensei em  elegância, classe e dinheiro , e nada mais Luxo que Tiffany´s.

O fato é que enquanto o varejo brasileiro ainda tenta se recuperar das perdas registradas no final do ano passado, o mercado de luxo no país espera crescer 8% este ano, segundo levantamento feito pelo instituto de pesquisa GfK para a consultoria MCF.

“Não é tão positivo assim, a gente precisa ser realista. Mas existe a questão de que o luxo são marcas muito impregnadas de símbolos, de desejos, que acaba sendo uma vantagem competitiva a mais”, diz Carlos Ferreirinha, presidente da MCF.

 Carlos Ferreirinha esteve à frente da marca Louis Vuitton na América Latina por sete anos, hoje é consultor de negócios de luxo e possui clientes como a Abit, Baccarat, Vodka Absolut. Lançou também o primeiro MBA de Luxo, um dos poucos no mundo, e é precidente  da MCF – http://www.mcfconsultoria.com.br/

Na rede de joalherias Tiffany no Brasil, http://www.tiffany.com/,a crise mal passou pela porta. A rede afirma,  que o crescimento das vendas chegou a surpreender e está maior do que o do ano passado, está em dois dígitos.
Já no exterior, onde a marca tem suas bases mais tradicionais, o resultado é bem menos empolgante. “O epicentro da crise foi Nova York, o impacto no nosso negócio foi tremendo lá.

“De fato no Brasil (o mercado de luxo) está indo muito bem, não foi tão prejudicado como no exterior. A reação brasileira de forma geral foi bem melhor – continua crescendo, mas realmente o crescimento é um pouco menor”, 

O que explica essa diferença entre os mercados – além, é claro, do fato da crise estar sendo menos intensa por aqui – é o perfil do consumidor de luxo brasileiro.

A grande massa consumidora do luxo é que está movimentando este comércio, são os que começaram a fazer parte desse segmento há pouco tempo. “São os que estão entrando para o mercado de luxo, onde a grife, a marca, funciona como uma senha de entrada. Para as pessoas desse grupo, perder aquilo que já conquistaram é um impacto muito negativo, quando para Europeus e Americanos o consumo de luxo é um processo histórico.

Comprar faz parte da cultura de consumo do Europeu.200432690-001

É exatamente esse “fator emocional” que, segundo os especialistas, “descreve” o que é o luxo. “Não há uma definição do que é luxo, não é uma indústria regulamentada. O que se trabalha são produtos e serviços que alcançam patamares altos, produtos que são consumidos por tomada de decisão emocional, que evocam sensações de poder, de status”, segundo Carlos Ferreirinha,

Os melhores resultados do setor do luxo no Brasil devem aumentar a presença das grifes estrangeiras no país.

Enquanto isso acontecem eventos direcionados ao setor ?

http://www.atualuxo.com.br/

Conferencia Internacional do Negocio de Luxo , esta na segunda edição e vai acontecer em  setembro 2009 , tem o objetivo de discutir a crise mundial dos mercados, e a gestão estratégica de marca no segmento de Luxo e Premium.

Atual Luxo – 9, 10 e 11 de setembro – Grand Hyatt São Paulo

 

E o mercado de WEBLUXO?

Eu vejo algumas iniciativas – ainda tímida85376954s – de um mercado on-line de luxo.

E elas aterrizaram no pais com mais força no final de 2008, e ainda se restringem aos clubes de compra.

Detentora da loja virtual Sack’s, a Dotcom Group anuncia sua estratégia de expansão com foco na região da América Latina, após finalizar aquisição de 60% do capital da loja virtual Glamour. WWW.glamour.com.br ( o que explica a semelhança de layout com a loja virtual da Sack´s – Otima por sinal! )

“A partir do segundo semestre de 2009, faremos novas aquisições nos mesmos moldes da Glamour. Vamos fugir dos segmentos dominados pelos grandes varejistas do comércio eletrônico e concentrar esforços em setores que tenham sinergia com os nossos projetos atuais. Nossos 550 mil clientes têm alto poder aquisitivo e não compram apenas perfumes”, afirmou Alexandre Icaza, Diretor Executivo da Albatroz Participações ( proprietária da Glamour )

A meta de expansão está baseada em aquisições de lojas virtuais em países como Chile e Argentina com objetivo de ampliar atuação na região da América Latina. Para 2009, a expectativa é atingir R$ 100 milhões em vendas, um crescimento de 53% sobre os R$ 65 milhões estimados para 2008.

Eu particularmente não gosto de quase nenhum desses e-commerces, para mim são outlets disfarçados!

Privalia (WWW.privalia.com.br), Coquelux, (www.coquelux .com.br ), Brandsclub (www.brandsclub.com.br )

O que me parece – e constatei pessoalmente quando estive em um projeto de e-commerce de uma marca italiana de artigos esportivos – é que compram restos de coleção e colocam para vender no site.

Mas devo admitir que os sites são bem direcionados com boa navegabilidade e caprichados e com otimas fotos dos produtos – que é A deficiência no comércio virtual no Brasil, por esse e outros fatores ainda somos chamados de amadores, mas isso deve mudar em breve –   do que a maioria dos e-commerces de varejo que vejo por ai.

É a prova que não se vende Ferrari na banca da feira.

Uma dessas lojas virtuais que tem me conquistado é a Superexclusivo WWW.superexclusivo.com.br

e porque? Porque admite que é um Outlet! E ponto! Não se disfarça de grande negócio de marcas exclusivas.

Com essa sinceridade conquistou 70 mil associados no Brasil em quase 2 anos,e planeja triplicar o faturamento em 2009 – vislumbrando uma receita de R$ 3 milhões – não é pra qualquer um.

O grande atrativo para os consumidores são descontos, que chegam a 70%.

O grande impedimento, ou chamativo social, não sei dizer, é que é preciso ser convidado por um dos membros ou realizar um cadastro e aguardar aprovação.

As consumidor gosta de se sentir exclusivo!

E cá entre nós, o Brasil é um Luxo!
 
 
 
 
 

 

6 Comentários

Arquivado em The e-commerce world, Uncategorized

NÃO É E-COMMERCE, MAS DEVERIA SER! Ecommerce Girl adorou!

Olá,

Sempre dou dicas do que NÃO fazer em e-commerce, hoje vou mudar um pouco e mostrar um exemplo de como fazer bem feito ! um exemplo sensacional.

Não é e-commerce mas deveria ser! o web site da Carmen Steffens é bonito, bem feito, um qualidade excepcional de imagens ( e vocês sabem que eu admiro isso em um site )

Ecommerce Girl Adorou e Aprovou!

Tem area para Casual e Fashion, masculino e infantil!

Exemplo a ser seguido, de classe e elegância

A prova que não se vende Ferrari em banca de feira…

http://carmen.webstorm.com.br/index.php

2 Comentários

Arquivado em Ecommerce Girl Aprovou!, The e-commerce world

Direitos autorais em E-commerce,esse assunto pega!

Quando você contrata um serviço de administração ou construção ou implementação de um e-commerce você normalmente vai ler em seu contrato no item: obrigações do contratante:

“Garantir que todo o material fornecido e colocado na Loja Virtual se encontra devidamente protegido e tem a anuência expressa dos respectivos titulares dos direitos autorais, de imagem, marcas e patentes, não constituindo a sua utilização violação de direitos, nem concorrência desleal, nos termos da norma legal aplicável”

direitos autoraisO que é o direito autoral de imagem para o e-commerce?

Pode ser analisado sob duas ópticas:

1) imagens de produtos de terceiros captadas de formas diversas e utilizadas em e-commerce sem autorização do autor responsável pelo produto ( fabricante )

2) Imagens de produtos produzidas por fotógrafos particulares de produtos adquiridos pra comercialização de e-commerce.

 No item 1 é preciso obter autorização do responsável pela imagem do produto para usá-la comercialmente.

No item 2, o mais preocupante, refere-se a imagens produzidas por fotógrafos contratados finalidade de comercialização de produtos pela internet.

O fotografo é um artista e tem sob a sua obra direito de  autoral.

Quando se contrata um fotografo para produzir imagens para e-commerce as mesmas tem licença de uso por tempo determinado, normalmente 2 anos.

 

Portanto ao contratar um profissional de imagens garanta o direito de uso de imagens pelo tempo que lhe convier ou contrate uma empresas de T.I. especializada em catálogos eletrônicos, onde os direitos são dos contratantes do serviço.

Dê um ZOOM no seu e-commerce, lembre-se que as imagens são itens para se pensar: antes, durante e depois do projeto de sua e-loja.

 Solicite aqui o White Paper: Manual para publicação de imagens em e-commerce para entender mais : www.class-solutions.com.br/ecommercemidia.aspx

 

Bons Negócios!

Abaixo o trecho do artigo :

Seguindo a mesma bússola, ressalte-se o texto da atual lei brasileira acerca dos direitos autorais  nº                       9.610, de 19/02/1998 – que no seu artigo 7º traz à lume: z

“São obras intelectuais protegidas as criações do espírito, expressas por qualquer meio ou fixadas em qualquer suporte, tangível ou intangível, conhecido ou que se invente no futuro, tais como:

I – os textos de obras literárias, artísticas ou científicas;

II – as conferências, alocuções, sermões e outras obras da mesma natureza;

III – as obras dramáticas e dramático-musicais;

IV – as obras coreográficas e pantomímicas, cuja execução cênica se fixe por escrito ou por outra qualquer forma;

V – as composições musicais, tenham ou não letra;

VI – as obras audiovisuais, sonorizadas ou não, inclusive as cinematográficas;

VII – as obras fotográficas e as produzidas por qualquer processo análogo ao da fotografia;

VIII – as obras de desenho, pintura, gravura, escultura, litografia e arte cinética;

IX – as ilustrações, cartas geográficas e outras obras da mesma natureza;

X – os projetos, esboços e obras plásticas concernentes à geografia, engenharia, topografia, arquitetura, paisagismo, cenografia e ciência;

XI – as adaptações, traduções e outras transformações de obras originais, apresentadas como criação intelectual nova;

XII – os programas de computador;

XIII – as coletâneas ou compilações, antologias, enciclopédias, dicionários, bases de dados e outras obras, que, por sua seleção, organização ou disposição de seu conteúdo, constituam uma criação intelectual.”

Deixe um comentário

Arquivado em The e-commerce world

“De camelô a Joalheiro todos podem e devem vender on-line”

Aprenda a montar e gerir lojas virtuais para pequenos varejos e grandes  e-commerces com mais de 10.000 produtos!

 

LANÇAMENTO OFICIAL DO LIVRO EM   26/08/2009

 

10 Comentários

Arquivado em The e-commerce world

As idéias mais esdrúxulas para e-commerce!

86235406

 

 

 

es.drú.xu.lo masculino (plural: esdrúxulos; feminino: esdrúxula; feminino plural: esdrúxulas)

    (popular) extravagante, exótico, excêntricoESQUISITO, FEIO, DESELEGANTE 

E-commerce é o meu ganha pão, é com ele que alimento o pequeno Nicholas, é com a evolução dele que pretendo pagar a casa, o carro e a cervejinha do fim do dia. É justo por tanto que eu “zele” da qualidade do e-commerce para que haja trabalho interessante e abundante para meu futuro.

Ocorre que certas coisas acabam comigo, idéias rídiculas, bobas, absurdas e algumas apenas cômicas e como diz minha sobrinha “sem noção”.

  • Em primeiro lugar usar uma estrutura tecnologica, sensacional para vender óculos de sol para cachorros, não acredita? veja abaixo:

 http://doggles.com/eyewear.html

oculos cachorro

 

  • Outra, uma loja online inteirinha para vender “bolinhas” para colocar na ponta das antenas – não esta acreditando? veja…

http://antennaballs.com/

bolinha antenta

  • Esse até que tem sua serventia, mas o que me interessa nesse comportamento do mercado on-line mundial é : tanto trabalho para montar um e-commerce, e a pessoa só vende bolsinha para fraldas?? bom pelo menos tem estilo!

http://www.diapeesandwipees.com/

fraldas

E, esse é o campeão da bizarrisse, uma loja virtual para vender “ossinhos da sorte”( é isso mesmo, aqueles da galinha que gente brigava na mesa aos domingos por ele…) de – pasmem – PLASTICO! e leva o interessante nome de wishbone ( osso do desejo )

http://www.luckybreakwishbone.com/

osso

 

 Não liguem para o meu mal humor, é passageiro e até cômico.Mas que coisas mais esquisitas heim?pra eu que vivo disso chega a ser bizarro!

Abraço a todos e bons negócios

 

 

 

6 Comentários

Arquivado em The e-commerce world